Às vésperas da Copa do Mundo da Rússia, todos os olhos ficam voltados aos times, escalações, mudanças e apostas, mas também é uma grande chance para aprender a investir melhor no mercado imobiliário internacional. Parece até estranho fazer essa ligação, mas já adianto que não é, afinal, também é importante fazer um “planejamento tático” na hora de decidir o melhor investimento, não é mesmo?

 

Preparei 3 ensinamentos que o mundo do futebol pode trazer na hora de investir no mercado imobiliário internacional. Mas claro, tudo isso, estando também de olho em tudo o que acontece com a nossa Seleção e já me preparando para os gritos de gooool.

 

  1. Jogue na defensiva

Na hora de investir, isso não significa ter medo de tudo, pelo contrário. Quem gosta de futebol sabe que “só é necessário um segundo para marcar um gol” e, quem investe, sabe muito bem disso. Um pequeno deslize pode colocar em risco os seus ganhos. Para isso, é fundamental contar com uma empresa especializada em investimento no mercado imobiliário internacional, assim, você não terá nenhuma dor de cabeça, desde a procura pelo melhor imóvel, passando pela vistoria, pela confirmação dos documentos, assinatura do contrato, até a entrega da chave.

 

Mas é claro que tanto no mercado imobiliário internacional quanto no futebol, jogar no ataque é muito mais emocionante, então não deixe de planejar qual é o tipo de imóvel ideal para você, para que o retorno financeiro aconteça da melhor maneira.

 

  1. Pense internacionalmente

A Copa reúne as melhores seleções do mundo todo (menos a da Argentina! rs) e o torcedor mais fanático, mesmo quando tem o time eliminado, continua acompanhando e torcendo por outros países, elegendo novas preferências e gorando os desafetos. Isso acontece porque o torcedor pensa globalmente e deixa de enxergar apenas o local. Trazendo isso para investimentos no mercado imobiliário internacional, é diversificar as apostas e reduzir os riscos de perder dinheiro. Investir em um imóvel nos Estados Unidos, por exemplo, significa dolarizar o patrimônio, o que é muito eficaz em um momento cuja a moeda brasileira está desvalorizada em meio à crise. Esse tipo de investimento pode garantir um ótimo retorno.

  1. Não tenha pressa

O mercado imobiliário americano é muito mais rápido e eficiente do que o brasileiro. O tempo de burocracia não passa de três meses, dependendo da forma de pagamento do imóvel. De qualquer maneira, é importante não ir com tanta sede ao pote e acreditar que o jogo já está ganho só porque você é o preferido, ou pode ser mais um 7×1. Com isso, quero dizer que você não precisa se precipitar na escolha e compra do imóvel. Conte com especialistas te ajudando para não ter erro e você realizar o melhor investimento de acordo com o seu perfil. Te garanto que esse processo também não vai demorar, você será muito bem atendido e não vai levar nenhuma goleada do adversário, além, é claro, de te ajudarem com a documentação necessária para que você não precise tirar o time de campo.

Pensando nisso, tenho a dica de 3 tipos de imóveis que podem ser os melhores para investir e lucrar em Orlando, nos Estados Unidos. Você descobre exatamente quais são e como funciona neste ebook: Imóveis em Orlando. Clique Aqui para Baixar Gratuitamente!

 

Caso tenha mais alguma dúvida, sinta-se à vontade para entrar em contato comigo ou com a minha equipe.

Grande Abraço!

Leandro Teles – Especialista em Investimento Imobiliário Internacional