Olá, leitores e leitoras,

Keys of a new house on a signed contract of house sale with money in background. Concept of closed deal.

Comprar um imóvel nos Estados Unidos é bem mais fácil do que parece. As principais vantagens são a ótima valorização dos imóveis e a possibilidade de financiamento com excelentes taxas de juros que começam a partir de 3.9%.

Com um visto de turista, passaporte válido e conta em um banco local, é possível ingressar no país, escolher um imóvel e fechar negócio.

Basicamente, além disso, é preciso ter 40% do valor do imóvel em uma conta corrente e comprovar que o valor do financiamento cabe em seu orçamento.

Aqui mostrarei a vocês 5 dicas do que é preciso nesse processo de compra de imóvel em terras americanas. São elas:

1- O processo

Antes de tudo é preciso encontrar uma empresa que preste serviço de assessoria para guiá-lo nesse processo de compra. Depois disso, é interessante procurar um banco e receber uma pré-aprovação do financiamento do imóvel antes de começar a procurar aquele que seja ideal pra você. Se aprovado, comece a procurar o imóvel que se adeque a seu perfil e suas condições de compra, garantindo a rentabilidade esperada ou a tranquilidade de viver em um local agradável.

Assim que encontrar o imóvel, é hora de fazer a proposta de compra do empreendimento. Depois, estando com a documentação em mãos, é hora de realizar o processo de financiamento, que demora de 45 a 90 dias. Os custos totais desse processo (cartório, impostos e escritura) variam de 6% a 7.5% do imóvel, incluindo o valor da empresa de assessoria.

Finalizando, é hora de todas as partes assinarem os contratos de compra e venda do imóvel, e transferir a escritura do vendedor para o comprador. Em caso de financiamento, devem ser realizados com a presença do comprador, e nos casos de pagamentos à vista, não é necessária a presença física do comprador.

2- Qual a entrada mínima para um financiamento?

O valor da entrada varia muito de imóvel para imóvel. Há alguns fatores que influenciam como localização, banco e construtora, por exemplo. Existem imóveis que possibilitam a entrada a partir de 25% do valor total do imóvel.

3- Como funciona a avaliação de crédito do estrangeiro?

Alguns documentos são exigidos para que esse processo possa dar continuidade. São eles: uma cópia do passaporte e uma do visto americano; os 3 últimos extratos bancários completos que demonstrem os valores da entrada da transação; declarações do seguro e imposto sobre a propriedade dos imóveis que possui no Brasil; cartas de referência bancária e de crédito com no mínimo 2 anos de existência; para empregados, 2 anos da declaração do imposto de renda e o mais recente holerite. Se esses documentos estiverem todos corretos, passa-se para a próxima fase da compra do imóvel.

4- É ideal colocar o imóvel em meu nome ou em nome da empresa?

Cada cliente tem uma necessidade específica, por isso a assessoria imobiliária é tão importante. O atendimento personalizado permite definir qual a melhor estrutura para evitar ao máximo o pagamento de impostos.

5- Compro imóvel novo ou usado?

Essa é uma pergunta muito particular e depende do seu perfil. Você pode pesquisar imóveis usados com boa qualidade de uso. Em grande maioria são mais baratos, mas nem sempre geram a mesma fonte de renda e há maior necessidade de manutenção, então o ideal é fazer uma análise comparativa entre ambos. A vantagem de imóveis novos é que eles oferecem algumas modernidades e vantagens, como acabamentos modernos, plantas mais funcionais, área de lazer atualizada, isolamento térmico e acústico e o mais importante: garantia de construtora.

Por isso é importante fazer uma avaliação para entender qual imóvel é ideal para você e qual gera um custo beneficio maior.

 

Para outras informações, ou para informações mais completas, deixe um comentário abaixo e conversaremos melhor a respeito desse assunto. Ou se preferir pode entrar em contato agora mesmo com um assessor imobiliário especializado, é só clicar aqui: https://www.investorsinc.com.br/contato/ 

Até a próxima!