Hands holding a piggy bank and a house model. Housing industry mortgage plan and residential tax saving strategy

Com a crise econômica rodeando o país, os brasileiros estão optando por investir fora do Brasil, em especial nos Estados Unidos. Houve um tendência crescente de brasileiros investindo na Flórida graças aos valores convidativos e à facilidade de se ter um imóvel neste estado americano.

Isso aconteceu graças à inflação dos imóveis no Brasil. Para se ter uma ideia, uma casa em Orlando, com 3 dormitórios, dentro de um condomínio fechado, custa cerca de US$ 250 mil, com todas facilidades de financiamento.

Com esse valor não seria possível conseguir algo tão atrativo no Brasil

Então, antes de tudo, é preciso definir qual tipo de imóvel você deseja comprar: imóvel residencial para lazer e locação, imóvel comercial ou desenvolvimento imobiliário.

Imóvel residencial para lazer e locação

Os imóveis residenciais variam de casas em bairros mais afastados até apartamentos luxuosos, oferecendo o que há de mais tecnológico atualmente.

Muitas pessoas procuram imóveis residenciais para ter um ambiente de lazer, em férias, ou para locação e fonte de renda quando não estão utilizando.

Esses imóveis são negociados a um Cap Rate (ou taxa de capitalização), que é uma espécie de rendimento sobre o capital investido e nada mais é do que o aluguel que o inquilino pagará por utilizar o imóvel. Em uma casa em Orlando de US$ 250 mil, com taxa de ocupação de 65% (média de Orlando) e uma diária a US$ 150,00 você consegue um retorno de, aproximadamente, 20% sobre o capital investido (entrada + custos de compra)!

Além disso, os imóveis residenciais precisam de manutenção constante, especialmente se houver grande fluxo de locatários. Existem empresas americanas que realizam toda a manutenção do imóvel, como o conserto de eletrodomésticos, pintura da residência, envio de relatórios periódicos sobre a situação do imóvel, etc. Tudo isso por uma taxa mensal que varia de empresa para empresa. Estas despesas de manutenção já estão incluídas na projeção que eu mostrei acima para vocês.

Se você quer saber exatamente o porquê e como investir nos Estados Unidos, mande um e-mail para mim no leandro@leteles.com e conversaremos mais sobre esse tipo de imóvel.

Imóveis comerciais

Várias redes de lojas, restaurantes, farmácias, mercados, constroem imóveis sob medida e depois vendem para investidores, com o intuito de aplicar a renda em core business (ponto forte/a ‘marca’ da empresa) e não em imóveis. Existem 2 tipos de imóveis comerciais: Triple Net e Multifamiliares.

Os imóveis Triple Net, ou NNN, possuem contratos de aluguéis de longo prazo, que variam entre 7 e 20 anos. O inquilino é responsável pelo seguro, IPTU e o mais importante: manutenção do imóvel. Por isso, o tipo de imóvel se chama Triple Net. E tem mais: você pode alugar se imóvel para bandeiras de marcas conhecidas internacionalmente! Já imaginou ter como seu inquilino o Burger King? Investidores internacionais, incluindo brasileiros, se interessam muito por esse investimento pela segurança que os contratos longos oferecem.

Os imóveis multifamiliares oferecem ao investidor a oportunidade de ter um negócio rentável, sem preocupações e muito seguro! Pense em um empreendimento com diversos apartamentos, ou casas, e que a maioria deles já estejam ocupados com inquilinos, proporcionando uma renda mensal fixa.

Imóvel para desenvolvimento imobiliário

Nesta situação, se compra um terreno e constrói um imóvel para alugar e vender. O exemplo ideal para esse tipo de investimento são as construções em North Port, uma cidade localizada na Flórida, em que constroem casas de baixo investimento e com alta lucratividade. O custo total do terreno e obra são 148 mil dólares e o imóvel pode ser vendido por 195 mil dólares se a casa já estiver construída. Neste tipo de investimento o lucro gira em torno de 25.17%, cerca de 37 mil dólares. O legal é que os imóveis em North Port demoram 7 meses para serem construídos e a venda se dá ou durante a construção ou no máximo ao término dela.

 

Tudo é mais simples do que parece e locais como Orlando e Miami se destacam na procura pelos brasileiros, graças à facilidade de compra e por ser uma cidade turística, valorizando anualmente o imóvel. A procura se dá também pela semelhança das 2 cidades com o Brasil, devido aos imóveis com plantas adaptadas ao estilo de vida do país, ao clima subtropical e ao alto número de brasileiros que vivem por lá.

Se você quer saber exatamente o porquê e como investir nos Estados Unidos, mande um e-mail para mim no leandro@leteles.com e conversaremos mais a respeito. Até a próxima!